domingo, 17 de agosto de 2014

O Mistério do Palhaço

Fui laçada pelo mistério do palhaço.
Ele surgiu  caminhando no centro histórico,
As crianças gritaram alvoroçadas,
As moças também!

Tudo nele é mistério pra mim.
O rosto colorido...
Ele é bonito, e pelo jeito,
Distingido ele é também.

Ele não fala,
Não tenta fazer ninguém rir...
E todos ali...
Não gargalham, mas sorri!

Esse palhaço é envolto em mistério...
O que faz ele rir?
Será que ele chora de dor?
Se ele chora de dor...
Queria eu, ser artista assim,
Sorrir com dor, pra fazer outro rir.

Será que ele gosta de poesia?
Ele me ofereceu um coração.
Mas não era exatamente o dele,
(Talvez fosse um pedacinho)
Era um coração bem pequenininho,
Em papel dobradinho,
Num plástico em forma de saquinho.

Quando abri...
As letrinhas,
bonitinhas, diziam:
Gentileza.

Ri...
Sorri!

Élida Regina Pereira

Texto publicado no projeto palavra é arte- poesia 100 ed.

2 comentários:

  1. Que lúdico!
    Consegui visualizar a cena!
    O sorriso do palhaço é uma maquiagem que pode esconder várias dores.A única diferença é que quem não é palhaço, não usa maquiagem.Mesmo assim usamos máscaras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente!! Bom ter você por aqui!! Obrigada!

      Excluir